O Vanessa Kirby Brasil é um fã-site dedicado à atriz britânica Vanessa Kirby, sendo a primeira e mais completa fonte de informações sobre a própria no Brasil. Feito de fãs para fãs, o VKBR não possui fins lucrativos, tampouco mantém afiliações com Vanessa ou sua equipe, amigos e familiares. O intuito do site é unicamente expandir o trabalho da Vanessa, por meio da divulgação de notícias. Fique a vontade para desfrutar de todo o nosso conteúdo e volte sempre!

Pieces of a Woman‘ da Netflix é uma montanha-russa emocional. Martha (Vanessa Kirby) e Sean são um jovem casal de Boston que decidiu dar à luz em casa seu primeiro filho. Como a parteira deles está lidando com outro parto, ela manda outra mulher (Molly Parker) para ajudar no parto. A tragédia acontece. A parteira enfrenta acusações criminais. E o relacionamento de Martha e Sean fracassa enquanto eles tentam lidar com a catástrofe. Somando-se a seus problemas está a mãe autoritária de Martha (Ellen Burstyn), uma sobrevivente do Holocausto que não consegue entender por que sua filha não procura ajuda ou mesmo chora por sua perda.

O filme, dirigido pelo cineasta húngaro Kornél Mundruczo e escrito por sua parceira/colaboradora Kata Wéber, é baseado na peça de 2018 com o mesmo nome. “Pieces of a Woman” estreou em setembro passado no Festival Internacional de Cinema de Veneza, com Kirby vencendo a Copa Volpi de Melhor Atriz. Recentemente, os cineastas, Kirby e Burstyn se juntaram ao produtor executivo do filme, Martin Scorsese, para uma longa e frequentemente apaixonada discussão no Zoom. Aqui estão alguns trechos da conversa:

“NÃO ERA MAIS UM FILME.”

Martin Scorsese: Fiquei muito impressionado com esta viagem, por assim dizer. Eu tenho três filhas. Dois de outro casamento e minha filha mais nova acabou de completar 21 anos. Então, ao longo dos anos, o relacionamento de mães e filhas se tornou muito, muito importante para mim e fascinante, um mistério fascinante. Algo com que lido constantemente. Parece que os primeiros 45 minutos do filme são a cena do parto. Eu senti como se tivéssemos passado por isso. Que eu realmente experimentei isso. A natureza do trabalho da câmera, a escrita é tal que me senti imerso no filme. Não era mais um filme. Eu estava imerso nessas pessoas.

Kornél Mandruczo: Você tocou em um dos principais núcleos do filme. O que gostaríamos de criar é apenas um filme que você sente e apenas cria emoção. E para ser honesto, criar filmes emocionantes não é nada sexy hoje em dia. Não estamos falando de emoção, falamos de clichês. Mas criar algo muito emocional foi muito importante. É uma história muito pessoal para nós. Com Kata e eu experimentando algo assim. Claro, não o que está no filme, mas temos esse sentimento.

Kata Wéber: Enquanto escrevia a história, de alguma forma, senti que é uma maneira de falar sobre [a nossa experiência]. Que era a minha maneira de falar sobre isso e de me aproximar também do Kornél. Nossa experiência é muito diferente do que está no filme, mas ao mesmo tempo [é o mesmo] sentimento de isolamento de não estar falando sobre algo. Acho que é o mesmo com mulheres que sofrem abortos espontâneos, natimortos, morte infantil súbita. É um grande reino de coisas que nos conectam de alguma forma.

PREPARAÇÃO DE VANESSA

Vanessa Kirby: Foi tão assustador abordá-la. De certa forma, o silêncio de Martha realmente representava como é difícil falar sobre [a perda de um filho] e como a sociedade acha isso difícil. Então, o seu tipo de jornada é encontrar a sua voz e, de certa forma, encontrar uma conexão com o seu bebê. Há tantas mulheres com quem conversei que disseram que os três minutos que seguraram o bebê [antes de morrer] foram o maior amor que já sentiram e que nunca os deixa. Eu sou uma pessoa bastante expressiva externamente, então eu realmente tive que tentar descobrir como confiar que se eu colocasse tudo dentro, isso seria comunicado ao público.

MS: Na verdade, estamos presos a ela. Tudo o que você está mencionando sobre expressão, o eu interior e a emoção interior, está tudo aí. Você conseguiu isso no mais leve piscar de olhos. É incrível como você comanda essa ação, aquela expressão do que está acontecendo dentro de você. Não podemos colocar em palavras, mas está lá.

KM: O ritmo do corpo [de Vanessa] também é muito importante, porque isso também mantém você animado para a personagem. Ela é uma personagem transcendente. Precisamos desse tipo de poder na personagem. Ela entregou de forma incrível durante as filmagens.

“AME, AME O TRABALHO. ESTÁ CERTO.”

MS: Ellen, então você é a mãe e me parece que ela é uma ótima personagem. O que é fascinante para mim é que eu a entendo, eu acho. [Ela vem de] outra geração… Outro ponto de vista de como viver a vida e quais são os valores da vida. Ellen, é uma performance tão notável, tão incrível. Ame, ame o mundo. Está certo. Cada olhar, cada gesto… Como vocês trabalharam juntas? Você e Vanessa?

Ellen Burstyn: Antes de [Kornél e Kata] partirem para Montreal [para gravar o filme], eles vieram ao meu apartamento por quatro dias – Kata, Kornel, Vanessa e eu. Trabalhamos no roteiro, lemos, discutimos sobre ele e fizemos o que você faz. Vanessa e eu fizemos um esforço concentrado para nos conhecer e nos conectar. Ela passou a noite. Fizemos uma festa do pijama, conversamos e nos conectamos. Foi muito fácil para mim sentir-me maternal em relação a Vanessa e amá-la, na verdade, porque ela é um belo espécime de ser humano, mas também de artista. Então, me agradou amá-la. Acho que fizemos uma conexão real e nos importamos profundamente.

  • Fonte I Traduzido e Adaptado por: Laura I Equipe do VKBR

deixe seu comentário






parceiros
O Vanessa Kirby Brasil é um site sem fins lucrativos feito de fãs para fãs. Não possuímos nenhum contato com Vanessa Kirby, seus representantes ou familiares. Tudo o que publicamos é com o intuito de entreter e informar o nosso visitante. As imagens e materiais de mídia são publicados com base na lei americana de Direitos Autorais Fair Copyright Law 107 e são de propriedade de seus respectivos donos e representantes oficiais. Não pretendemos nenhuma violação de direitos autorais. Caso possua alguma reclamação sobre qualquer arquivo, por favor, entre em contato para que a(s) imagem(s) em questão seja(m) imediatamente removida(s).